sábado, 19 de julho de 2014

Geração Coxinha

a internet encurtou distâncias , hoje falamos com qualquer lugar no mundo , em qualquer horário , mas a essência se perdeu . O ser humano está desaprendendo a lidar com algumas coisas .
Essa geração , é a geração internet , nem melhor , nem pior que a minha . Tem muito mais acesso à informação , mas não possui quociente emocional para lidar com ela . Esse quociente emocional é dado pela vivência diária , que o mundo virtual não dá .
sabem tudo , mas não sabem analisar nada .
Outra coisa , na minha época , a ortografia tinha valor e era uma identidade . Hoje , todos digitam caracteres , só digitam , não se avalia uma pessoa pela forma que ela escreve e não falo de prolixidade .
A geração coxinha é mecânica, não possui sentimentos , não vivenciam , porque internet é como a água , insípida , inodora e incolor , além de poder ser um veneno .

A geração coxinha não inova , não faz nada diferente é a geração do control X / control V .

sábado, 12 de outubro de 2013

Maldito blog recuperado .

Depois de tanto tempo sem poder escrever sobre o cotidiano , finalmente recuperei meu blog , preparem-se , violência , sexo e devassidão , não necessariamente nesta ordem , estão de volta !

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Genealogia da ética e da moral





Vou dar um exemplo baseado na minha experiência pessoal , eu trabalhei em um hospital veterinário em Copacabana , precisamente na Santa Clara , não entrarei em mais detalhes .Cheguei ao plantão e começo a me informar sobre os pacientes que estão internados , cardiopatas , renais , endócrinos e um filhote de Lhasa com intussuscepção em 2 segmentos do TGI .
Bem , o filhote estava grave mas habilitado para o centro cirúrgico , já que tínhamos grandes anestesistas e cirurgiões formados pela UFF etc e tal . O questionamento começa daí , a proprietária do filhote , mora no bairro e utilizava os serviços deste hospital com frequência , porém criava problemas para o pagamento das consultas , simplificando , era uma pagadora que tinha de ficar sendo cobrada , mas sempre pagou suas consultas e solicitações .
A equipe cirúrgica ia levar o animal para o procedimento , porém o dono do HOV que tb é médico veterinário ordenou para a equipe não fazer o procedimento e avisar a proprietária que o paciente teria obitado na mesa cirúrgica que a mesma equipe deveria fazer a eutanásia do paciente .
Bem , a equipe cirúrgica resolveu não desobedecer ao seu patrão e realizou a eutanásia do paciente , a equipe plantonista (eu) foi contra e deixou sua posição clara na reunião semanal seguinte e foi demitido 1 mês depois , paciência .
A médica veterinária que realizou a eutanásia , dr(a)Roberta , levou o paciente para a internação e realizou a eutanásia na minha frente , com lágrimas nos olhos .Olhei no fundo daqueles olhos sem ética , sorri e fui medicar os pacientes que tinham proprietários que pagavam corretamente .
Na época , eu era uma espécie de web celebridade na medicina veterinária , tinha uma comunidade virtual com várias referências profissionais e era conhecido em boa parte do país , conhecido e respeitado pelas pessoas certas .Acho que isso gerou um medo sobre o meu julgamento a respeito dessa situação e por isso fui demitido desse HOV , que se foda .
Deixa eu continuar o relato , dr(a)Roberta mudou o seu comportamento comigo e se tornou mais solícita , querendo aprender coisas de intensivismo etc .Um belo plantão , ela me levou para conhecer a sua centrífuga para hemoderivados , que ficava no andar térreo desse HOV .É preciso deixar claro que eu gosto de mulheres com coxas e bunda grandes , sejam elas éticas ou não .
Dr(a)Roberta , entrou em detalhes demorados sobre hemoderivados , coisas que eu já conhecia demais e em determinado momento me abraçou e começou a chorar , não tive uma reação imediata e meus braços ficaram imóveis .A situação estava me incomodando , porém senti uma ereção aparecer e resolvi me aproveitar da situação . A abracei e ela notou a minha ereção nas suas pernas . Dr(a)Roberta foi ágil e abaixou a calça do meu pijama de plantonista e começou a me fazer um belo sexo oral .
Já estava a muito tempo querendo ver aquela bunda , coloquei-a de 4 com a cabeça enfiada dentro da centrífuga , puxei a sua calcinha de lado e comecei a penetrá-la .Ela ria e chorava, pensei que o punheteiro do enfermeiro poderia estar escutando tudo isso e sorri . Resolvi fazer um julgamento moral dessa doutora , tirei de dentro de sua xoxota , aproveitei a lubrificação e forcei entrada na sua bunda . Algumas mulheres falam que depois que a cabeça passa, tudo fica mais fácil , não tive paciência para ficar laceando , ela quis resistir , disse que não queria assim, mas torci seu braço e a currei .
Aquele cheiro de merda úmida sobreveio , meu pau ficou todo melado do produto da sua digestão e isso me deu prazer . Quando estava quase gozando , a virei de frente e fiz com que ela me chupa-se e limpa-se toda a merda do meu pau , só então gozei garganta abaixo .
Subimos , fui ver os meus pacientes daquela noite e ela foi ao quarto dos plantonistas . Cheguei a conclusão que a equipe cirúrgica não tinha ética , minha moral continuaria ilibada e minha biografia hagiográfica .